Inaugurado o primeiro tombador para caminhões de 30 metros

Começou a operar em Paranaguá nesta quinta-feira (30) o primeiro tombador de grãos para caminhões com 30 metros do Brasil. A estrutura fica no terminal portuário da Cotriguaçú – que atua na exportação de grãos e farelos a granel – e permitirá o descarregamento de uma só vez de caminhões bi-trens inteiros com até nove eixos, proporcionando maior agilidade e segurança na operação.
Começou a operar em Paranaguá nesta quinta-feira (30) o primeiro tombador de grãos do Brasil para caminhões com 30 metros. O tombador é o sistema que inclina o caminhão para que os grãos da carroceria sejam descarregados para o armazém.
A nova estrutura fica no terminal portuário da Cotriguaçu – que exporta grãos e farelos a granel – e permitirá o descarregamento com maior agilidade e segurança na operação.
Para o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, a nova aquisição da Cotriguaçu demonstra confiança do setor privado para investir em Paranaguá. “O cenário positivo que criamos nos últimos cinco anos faz com que a inciativa privada que atua no setor portuário tenha confiança para investir e expandir negócios nos portos do Paraná”, disse Richa Filho.
Para o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), Luiz Henrique Dividino, os investimentos públicos e privados em modernização e infraestrutura estão contribuindo progressivamente para que o Porto de Paranaguá esteja entre os mais competitivos do mundo.
“Este novo tombador da Cotriguaçu é um exemplo de investimento privado que irá agregar agilidade, redução de custo e maior produtividade no recebimento de cargas. Todas as iniciativas neste sentido refletem no aumento da movimentação e na satisfação dos clientes que optam pelo Porto de Paranaguá”, destacou Dividino.
PRODUTIVIDADE 
Com o novo tombador, a Cotriguaçu vai aumentar em 20% a capacidade de descarregamento de cargas que, atualmente, é de 300 caminhões por dia.
Além do tombador, o Terminal Portuário investiu na aquisição de balanças específicas para caminhões de 30 metros.
Segundo o gerente do terminal portuário da Cotriguaçu em Paranaguá, Rodrigo Buffara Farah Coelho, a aquisição do equipamento vai resultar em um volume maior de toneladas descarregadas e atenderá uma demanda de mercado.
“Estamos aumentando o volume de carga e o número de veículos descarregados, além de atendermos a uma demanda comercial dos clientes que terão menor custo com o frete e maior competitividade no mercado”, afirmou Rodrigo.
Isso porque devido ao ganho de carregamento em escala – capacidade para transportar 50 toneladas – o caminhão com 30 metros é considerado o tipo de transporte rodoviário graneleiro com a melhor margem de resultado e de custo/benefício.
O novo tombador tem capacidade de elevação de até 80 toneladas, permitindo que os maiores caminhões que rodam pelo País possam fazer o despejo da carga com um único movimento.
O equipamento conta com sistemas de segurança para controle de excesso de carga e para captação de pó.
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário