Maio Amarelo: Sherman apoia o movimento que visa a conscientização e segurança nas vias

O movimento nacional Maio Amarelo tem como proposta chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. A ideia é colocar em pauta o item segurança viária com o objetivo de mobilizar poder público e sociedade civil para a conscientização, responsabilidade e avaliação de riscos no trânsito.
O Maio Amarelo surgiu com base em um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) que contabilizou, em 2009, cerca de 1,3 milhão de mortes por acidente de trânsito em 178 países. Um dos itens a ser observado, quando se fala em segurança, é a questão da sinalização de veículos, ciclistas e pedestres em rodovias. “É importante estar sempre sinalizado para evitar acidentes. Seja o caminhão, a bicicleta, o capacete ou até mesmo roupas e coletes de segurança, principalmente à noite, quando a visibilidade cai consideravelmente”, explica o membro do Comitê Brasileiro de Normas - CB16 na ABNT e diretor presidente da Sherman Filmes Ópticos do Brasil, Eduardo Matos.
Os motoristas de veículos de passeio devem se atentar para as placas veiculares que, desde 2011, passaram a ser obrigatoriamente refletivas. Já os motoristas de caminhões devem checar sempre as condições das faixas refletivas, aquelas que servem para delinear a carroceria, com o objetivo de zelar pela própria segurança e pelos demais que trafegam na via.
Os motociclistas são frágeis no trânsito, portanto investir em segurança é fundamental. Acidentes com motocicletas já é a principal causa de ocorrências de trânsito no país, ultrapassando inclusive o atropelamento de pedestres, e geralmente são graves. Esses dados foram divulgados no fim de 2015, no 1º Fórum Nacional da Cruz Vermelha Brasileira. Segundo o Sindicato da Indústria de Autopeças (Sindipeças), em 2014, o país tinha uma frota de 13,12 milhões de motocicletas. Cuidar da sinalização pessoal para evitar que acidentes aconteçam é essencial. Investir em equipamentos de segurança e sinalização pode evitar ferimentos e até mesmo a morte.
Desde 2007, o capacete deve ter certificação do Inmetro, faixas refletivas e apresentar bom estado de conservação. “As faixas devem sinalizar os quatro lados do capacete: frente, atrás, lado direito e lado esquerdo, com medidas mínimas de 3 cm X 6 cm. Para as motos particulares a faixa deve ser branca, já para os veículos de transporte remunerado, chamados de motos de aluguel as faixas devem ser vermelhas e brancas com medida de 40 cm X 3,5 cm e inscrição aprovada pelo Denatran”, explica.
Ainda para as motos de transporte remunerado, o baú também deve ser delineado com a faixa. Para os motociclistas, o uso de coletes com faixas refletivas também é indicado. A falta dos adesivos é infração grave com multa e 5 pontos na Carteira de Habilitação.
Os ciclistas também devem se atentar. “A maioria dos acidentes envolvendo ciclistas é por falta de sinalização. Vale ressaltar o uso de capacetes e roupas com faixas refletivas, para facilitar a visibilidade de motoristas na via”, orienta Matos. Para os pedestres, coletes e roupas de segurança facilitam a visualização na rodovia, diminuindo consideravelmente o número de acidentes. Outra dica para os pedestres é usar sempre as passarelas quando forem cruzar a rodovia. “Estar em dia com os itens de segurança reduz e muito o número de acidentes nas estradas e cada um deve fazer a sua parte”, orienta.
A Sherman tem suas películas homologadas e aprovadas pelo DENATRAN para comercialização em todo o território nacional. A área de segurança veicular representa 67% e a área de sinalização representa 28% do faturamento da empresa. “Investimos em novas pesquisas na área para apresentar ainda mais novidades para pedestres, cliclistas, motociclistas e motoristas”, finaliza.
A Sherman atua no segmento de sinalização de trânsito há oito anos oferecendo películas de alta tecnologia, com estruturas capazes de gerenciar a luz e obter os efeitos necessários nas estradas. 100% brasileira e situada em um polo tecnológico, a empresa ainda conta com pesquisas do único laboratório de estudo da luz, o Laboratório Nacional de Luz Síncroton, na Unicamp.
Para o setor de sinalização e segurança, a empresa produz e comercializa películas para placas veiculares, películas para cones e delineadores, películas para sinalização de frotas, faixas de carroceria e para-choque, FAIXA OURO® (dispositivo auxiliar), além de colete e roupas de segurança e filmes para capacete. 
FONTE: Assessoria de Imprensa 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário