Ociosidade na indústria de caminhões atingiu 81% no bimestre

As montadoras do segmento de caminhões estão operando com ociosidade de 81%, informou nesta sexta-feira (04) o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan.
"Esse é o drama pelo qual o setor está passando", disse o dirigente em coletiva de imprensa.
Nos dois primeiros meses do ano, os emplacamentos de caminhões recuaram 35,5% sobre uma base extremamente fragilizada. "Essa é a pior crise que a indústria de caminhões já passou no País", avalia o vice-presidente da Anfavea e dirigente para o segmento pesado, Luiz Carlos de Moraes.
No segmento de automóveis e comerciais leves, a ociosidade também está alta, em torno de 62%, reportou Moan.
FONTE: DCI 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário