BR-163 em Mato Grosso tem 117 quilômetros duplicados liberados para motoristas

Os motoristas que trafegam pela BR-163 entre a divisa com o Mato Grosso do Sul e Rondonópolis tiveram 117 quilômetros de pista duplicados liberados no domingo, 20 de março. A pista foi aberta após dois anos de obras. A extensão é considerada o maior projeto executado no Estado nos últimos anos e recebeu R$ 310 milhões em investimentos.
A extensão, de acordo com a Concessionária Rota do Oeste, estipulada pelo cronograma da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) a ser entregue até 20 de março era de 74 quilômetros, contudo foram liberados 45 quilômetros a mais do solicitado.
No pico da obra cerca de cinco mil pessoas foram mobilizadas para a construção da nova pista, que conta com 16 dispositivos entre viadutos, pontes e retornos. 
O trecho entre Rondonópolis e a divisa com o Mato Grosso do Sul é um dos mais importantes de Mato Grosso por ser via de escoamento da produção agrícola para os portos de Santos (SP) e Paranaguá (PR).
A escolha pelo trecho para iniciar as obras de duplicação, de acordo com o diretor presidente da Rota do Oeste, Paulo Meira Lins, decorreu ao volume de caminhões que ali passam.
“Existia um problema na região de acesso ao terminal de grãos da ALL, que recebe cerca de 800 caminhões por dia, sendo que no pico da safra este número chega a 1.200 por dia. Outro motivo foi o licenciamento ambiental, que estava em parte concedido neste trecho, o que ajudou a dar celeridade ao início dos trabalhos”, explica Lins.
Conforme a Rota do Oeste, as obras foram executadas pela Construtora Noberto Odebrecht. 
Com a conclusão da duplicação na região Sul de Mato Grosso, a Concessionária revela que passará a priorizar a restauração do pavimento nos trechos recém-assumidos entre Rondonópolis e Cuiabá e de Várzea Grande a Rosário Oeste. 
Em dois anos foram investidos pela Rota do Oeste R$ 1,2 bilhão entre obras de duplicação, melhorias e implantação do Sistema de Atendimento ao Usuário (SAU).
FONTE: Agro Olhar 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário