Manutenção do seu caminhão: o que você deve ou não deve fazer

Manter o seu caminhão sempre em perfeito estado é um desafio. Afinal, são milhares de quilômetros carregando cargas pesadas em estradas de baixa qualidade, o que acaba danificando componentes importantes do veículo. É por isso que a manutenção preventiva é fundamental para evitar problemas maiores e garantir mais conforto, segurança e economia nas viagens.
Para te ajudar a cuidar melhor do seu caminhão, preparamos algumas dicas sobre o que deve ser feito ou não na hora da manutenção. Confira!

Manutenção preventiva: o segredo para sair na frente
Antecipar os problemas do seu caminhão é um dos segredos para ter mais tranquilidade no dia a dia. Mas é preciso seriedade para encarar todos os detalhes desse processo com a atenção que merecem.
Fazendo isso, você diminui as chances de precisar realizar uma manutenção corretiva, com maiores custos e em momentos inesperados. Por isso, fique sempre de olho nos sinais que seu caminhão apresenta e não fique para trás.

Escute o fabricante
As recomendações do seu fabricante são muito importantes para o bom desempenho do caminhão e também para a durabilidade de todos os seus componentes. Sendo assim, siga sempre as instruções e prazos para manutenção das peças  — e evite que o desgaste natural atrapalhe seus planos.
Outro ponto que merece atenção especial é a substituição de peças. Trabalhe sempre com as originais, recomendadas pelo fabricante, o que garante mais segurança e economia para você, que evitará problemas causados por peças ruins.

Preste atenção na fumaça
A fumaça que sai do escape é um importante indicativo de problemas. Por isso, sempre que ela estiver preta, cinza, branca ou azulada, fique de olho! Isso pode ser sinal de algum problema no catalisador, na entrada de óleo, ou até problemas na condição térmica do motor.
Fique de olho no óleo
Durante as trocas, verifique sempre a cor e o aspecto do óleo usado. Se ele apresentar um aspecto sujo ou resíduos metálicos, pode ser sinal de algum atrito irregular nos ímãs do motor. Nesses casos, não perca tempo e procure um especialista! Afinal, ninguém quer ficar parado.

Ruídos na marcha
O câmbio do seu caminhão emite sons estranhos ou você tem tido dificuldades para passar as marchas? Os ruídos e a dificuldade de encaixe são sinais de defeitos na transmissão. Se isso estiver ocorrendo, evite forçar demais e leve seu veículo para uma manutenção especializada.

Perda de potência e engasgos
Problemas de funcionamento nas velas, unidades injetoras e até no filtro de ar podem ser notadas quando o caminhão começa a perder potência. Além disso, é preciso atentar-se também para o aumento do consumo de combustível e possíveis engasgos — que são sinais de que algo não está certo e de que é preciso verificar esse problema antes que ele se torne ainda mais grave.

Caminhão balançando ou quicando
Se seu veículo começar a balançar ou quicar demais, isso pode ser um indício de problemas nas molas amortecedoras do caminhão. Quando isso acontece, o desempenho cai, o gasto dos pneus cresce excessivamente e os riscos de acidentes são bem maiores.

Sons de batidas e pneus cantando
Caso seu caminhão esteja com os pneus cantando constantemente, mesmo em velocidades mais baixas, e fazendo sons de batida na suspensão, pode haver algum problema nos amortecedores. Esse tipo de problema pode levar a vários outros, como um grande desgaste dos pneus.
É importante estar sempre atento a todos os sinais que seu caminhão apresentar — e encaminhá-lo para uma revisão com especialistas ao menor sinal de problemas. Assim você evita incômodos desnecessários e gastos com imprevistos.

Gostou dessas dicas? Deixe um comentário com suas dúvidas e opiniões, e conte sempre com o apoio de nossos especialistas, para andar com o seu caminhão sempre perfeito estado.
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

3 comentários:

  1. Do jeito que anda as coisas nois não temos dinheiro pra comprar uma lâmpada...qem dirá fazer revisão

    ResponderExcluir