Volvo amplia pacote de serviços conectados para ônibus urbanos e rodoviários

O Volvo Bus Latin America está ampliando sua oferta de serviços conectados para os ônibus urbanos e rodoviários marca. O Fleet Management, sistema de gerenciamento de frotas da marca recebeu novas funções como o I-Coaching, o botão de assistência e a função de gerenciamento por região. O objetivo é agregar mais inteligência e eficiência à gestão da frota e dos negócios.
“Os serviços conectados agregam valor à operação por reduzir custos e aumentar e a eficiência de transporte, à medida que contribuem para aumentar a disponibilidade dos veículos e a performance dos motoristas”, afirma André Trombini, diretor de estratégia e novos negócios da Volvo Bus Latin America.
Para a Volvo, veículos conectados são uma realidade no transporte de cargas e passageiro há 10 anos. Ao todo, a marca possui mais de 310 mil veículos conectados ao redor do mundo, considerando caminhões e ônibus.
“À medida que as tecnologias evoluem, nossos serviços também evoluem.Os serviços conectados são um dos principais benefícios da internet das coisas no segmento de transporte.Os dados gerados pelos sistemas de informação e telemetria permitem o diagnóstico remoto e o gerenciamento proativo da frota, evitando problemas futuros, como paradas não planejadas”, afirma Vinícius Gaensly, responsável pela área de serviços conectados da Volvo Bus Latin America.
As novas funções integradas ao Fleet Managment são mais um passo para aprimorar os serviços ofertados aos clientes da marca. O I-Coaching, por exemplo, é uma ferramenta de “treinamento” do motorista em tempo real, um treinador virtual. O resultado é uma operação mais econômica, segura e confortável.  Um dispositivo eletrônico instalado no painel do ônibus alerta o motorista quando ele dirige com aceleração brusca, em marcha lenta ou em velocidade acima da permitida naquele trecho.  “São alertas que ajudam o motorista a adotar um estilo de condução que permita a ele extrair a melhor performance do veículo”, explica Gaensly.
O botão de assistência é um dispositivo para situações de emergência ou de suporte para veículos equipados com o Fleet Management. Quando o botão é acionado, um sinal alerta é enviado ao gestor da frota com informações como hora e local da ocorrência e a velocidade do veículo. O serviço permite ao gestor tomar a decisão mais correta e enviar assistência ao local do veículo.
Já o gerenciamento por região permite customizar a operação do veículo de acordo com as características de cada área por onde ele circula, de acordo com o limite de velocidade e as condições de tráfego e topografia.
Serviços Conectados Volvo
Além do sistema de gerenciamento de frotas Fleet Managment, o pacote de serviços conectados da Volvo contempla o sistema de gerenciamento de tráfego ITS4Mobility. Os dois podem ser usados de forma integrada ou separadamente.

ITS4Mobility: ferramenta de gestão de tráfego que oferece informações da circulação dos ônibus em tempo real tanto para o operador de transporte quanto para os passageiros. O sistema acompanha a circulação, indicando se os ônibus estão circulando de acordo com o planejado, com a frequência adequada, cumprindo os horários planejados e mantendo a rota previamente definida. São informações que apontam ao gestor possíveis desvios, ajudam a identificar pontos críticos da operação e permitem o replanejamento da operação de forma embasada, garantindo a precisão das informações oferecidas aos passageiros. Solução oferecida e desenvolvida em parceria com Ericsson.

Fleet Management: o sistema de gerenciamento de frota é uma ferramenta que auxilia os operadores de transporte no acompanhamento da operação e da posição dos veículos em tempo real. Os dados gerados pelo sistema oferecem ao transportador uma visão completa da operação, por veículo e por motorista, o que permite adotar uma série de ações que contribuem para garantir maior eficiência à operação e redução dos custos operacionais.  É possível acessar dados como consumo de combustível, emissão de poluentes, horas rodadas, velocidade média, percentual de operação em faixa econômica, em marcha lenta e número de ativações do freio, por veículo e por motorista.
FONTE: Volvo 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário