Caminhoneiro é libertado após ser feito refém por quase três horas no RJ

Após três horas de negociação, o criminoso que mantinha um caminhoneiro refém na Avenida Brasil, no Rio de Janeiro, se entregou nas primeiras horas da madrugada desta segunda-feira (7).
Segundo a Polícia Militar, o caminhoneiro, que transportava uma carga de comida congelada, foi libertado sem ferimentos. Já o criminoso estava ferido e foi levado ao Hospital Albert Schweitzer, em Realengo, na zona oeste da capital carioca. Não foi informada a lesão sofrida pelo assaltante.
De acordo com a PM, o veículo carregado de congelados foi roubado por criminosos na BR-040 (Washington Luiz). Ao serem interceptados pela polícia, os criminosos entraram na Avenida Brasil e fugiram, entretanto um deles foi cercado e manteve o caminhoneiro como refém desde às 21h deste domingo (6). 
Equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) foram responsáveis pela negociação e interdição da avenida durante a ação. 
Situação insustentável 
O crescente número de roubos de carga e a violência contra os profissionais do setor chegou a uma situação insustentável no estado carioca. Diante desse cenário, transportadoras anunciaram na última semana a redução das operações no Rio de Janeiro a partir do dia 21 de agosto. A informação foi confirmada pelo presidente da Federação do Transporte de Cargas do Estado, Eduardo Rebuzzi, em entrevista ao CBN Rio.

LEIA: 
Transportadoras vão reduzir operações no RJ a partir de 21 de agosto

TEXTO: Lucas Duarte
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Cidade maravilhosa, não sei onde... O índice de violência está assustador...

    ResponderExcluir