Ford vence prêmio "Top of Mind Rural 2017" de caminhões leves

A Ford venceu o prêmio “Top of Mind Rural 2017” na categoria Caminhões Leves, como a marca mais lembrada pelos consumidores do agronegócio. Esta é a 20ª edição da pesquisa feita anualmente pela revista Rural, uma das principais publicações da área, para conferir a força das marcas junto ao público profissional desse setor, que é um dos mais importantes da economia nacional.
Com forte tradição nesse segmento, a Ford oferece hoje três modelos de caminhões leves: o Cargo 816, o Cargo 1119 e o F-4000, cobrindo diferentes tipos de aplicação na atividade rural, desde o transporte de insumos e equipamentos até a entrega do produto final nos centros de distribuição.
“É uma grande satisfação receber este prêmio, um reconhecimento da confiança e qualidade dos caminhões Ford por parte dos produtores rurais, que os utilizam como ferramenta do dia a dia no seu negócio nesse segmento altamente disputado”, diz Guilherme Teles, gerente de Marketing da Ford Caminhões. 
Versatilidade e economia
O Cargo 816 tem peso bruto total de 8.250 kg e motor de 162 cv, com três opções de distância entre-eixos para atender diferentes aplicações. O Cargo 1119, com motor de 189 cv e peso bruto total de 10.510 kg, oferece a maior potência e capacidade de carga em sua faixa. Já o F-4000, com motor de 150 cv e peso bruto total de 6.800 kg, é um dos modelos com a maior frota circulante do Brasil e o único a oferecer uma versão 4x4 para serviço todo-terreno. Com cabine convencional, se destaca também pela versatilidade e conforto, sendo para muitos produtores rurais tanto o veículo de trabalho como de transporte familiar.
Outra vantagem dos caminhões Ford é a manutenção econômica, com assistência pós-venda em todo o Brasil na rede de distribuidores exclusivos. Nessa área, a marca tem realizado um trabalho contínuo para reduzir o preço das peças de reposição e aumentar a agilidade dos serviços, com foco na satisfação dos clientes. 
FONTE: Ford 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário