Caminhoneiro desabafa após receber carta com críticas sobre sua profissão

No dia 12 de julho o caminhoneiro Rafael Salinas de Maringá, Paraná, se deparou com uma surpresa desagradável deixada em seu caminhão, uma carta escrita por um vizinho repleta de reclamações e trechos preconceituosos em relação a profissão de motorista.
Segundo o autor da carta que não se identificou, o horário de saída para trabalhar e a profissão de Rafael são frutos da ausência de estudo e de um bom emprego. O auto ressalta ainda que o barulho do caminhão estaria prejudicando os demais vizinhos e a convivência entre os familiares devido a perturbação do sono. Confira a carta:
Indignado com a mensagem recebida, Rafael Salinas divulgou a carta nas redes sociais. Rapidamente a publicação se espalhou por meio de compartilhamentos, curtidas e comentários, vindos principalmente de companheiros de profissão que também se sentiram indignados e desrespeitados. 
Além da publicação, o caminhoneiro Rafael Salinas gravou e divulgou em vídeo e resposta ao vizinho desconhecido. Rafael revela que escolheu a profissão de caminhoneiro por opção. Além disso, o motorista destacou que apesar das dificuldades e das longas horas de trabalho, ele alcançou o privilégio de ser seu próprio patrão. Ao final do vídeo Rafael ainda questiona a inteligência do autor da carta, relembrando que tanto os caminhões quantos os motoristas são peça fundamental da economia e responsáveis pelo transporte de milhares de produtos até o consumidor final. Confira o depoimento: 
video
Diante da grande repercussão do caso a emissora Rede Massa procurou Rafael e gravou uma reportagem sobre a história, confira: 
TEXTO: Lucas Duarte
Blog Caminhões e Carretas 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários:

  1. vizinho de certo nao dorme com a mulher ou vice versa e tem mais decerto perdeu a esposa para alguem da rodagem e hoje nao consegue dormir.

    ResponderExcluir
  2. o vizinho incomodado pelo barulho está coberto de razão, motoristas que ficam funcionando caminhões velhos para encher o reservatorio de ar de madrugada, são muito sem noção.

    ResponderExcluir