Scania apresenta nova geração de motores V8

Complementando o lançamento da nova geração de caminhões, a Scania apresentou nessa quinta-feira (8) a nova geração de motores V8, que inclui potências de 520, 580 e 650 cv acompanhadas do já consagrado V8 de 730 cv. 
Segundo a montadora, a nova geração de motores proporciona melhor força, robustez e produtividade que se traduzem em máximo desempenho durante as operações. Cada um dos novos V8 caracteriza-se por soluções técnicas avançadas que contribuem para reduzir o peso, maior disponibilidade e redução de 7 a 10% no consumo de combustível.
"As combinações de veículos com maiores pesos combinados de caminhões e reboques são um fator chave na mudança para o transporte mais inteligente", diz Alexander Vlaskamp, ​​vice-presidente sênior de vendas e marketing da Scania Trucks. "Eles também são a razão da tendência para uma demanda crescente de motores de caminhão mais poderosos".
Os novos V8 baseiam-se em muitos dos recursos de sucesso das gerações anteriores. Mas desta vez, de aproximadamente 650 componentes que compõem todo o motor, 200 são completamente novos. A equipe de desenvolvimento e engenheiros concentraram seus esforços em quatro áreas principais, eficiência de combustível para melhorar a rentabilidade dos clientes, facilidade de serviço para aumentar o tempo de atividade dos veículos, processos de produção melhorados para aumentar a qualidade para uma robustez ainda melhor e um design contemporâneo para combinar com a nova geração de caminhões.
Outro grande destaque da nova geração de motores V8 é a redução de peso que chega a 80 quilogramas em relação aos modelos anteriores. Segundo a montadora isto se deve principalmente ao layout simplificado do motor, com menos peças em gera, por exemplo, a unidade de recirculação de gases de escape que foi removida. Consequentemente, os novos caminhões V8 possuem maior capacidade de carga.
A nova geração de motores é a resposta da Scania à tendência crescente no setor de transporte para caminhões mais pesados ​​e mais longos e marca uma nova era no desenvolvimento e construção de motores da marca sueca. 
TEXTO: Lucas Duarte
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Se não melhoraram o sistema de refrigeração do motor, não vai adiantar em nada.

    ResponderExcluir