PRF prende motorista que dirigia há 48 horas sem descanso

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na noite de ontem (27) dois homens que conduziam veículos com a capacidade psicomotora alterada. O primeiro deles estava sob uma motocicleta, mas não possuía habilitação e havia ingerido bebida alcoólica. O segundo, preso no final da noite, tratava-se de um caminhoneiro. Ele dirigia há dois dias sem descanso sob efeito de anfetamina e carregava consigo três cartelas de comprimidos da droga. As ocorrências se deram na BR 423.
Eram quase 19 horas, quando policiais rodoviários federais faziam ronda pelo km 52 da BR 423, em Inhapi, e visualizaram um motociclista transitando pela rodovia sem fazer uso do capacete de segurança. Ao abordá-lo, perceberam que o homem tinha sinais visíveis de embriaguez. Ele fez o teste de etilômetro, que resultou 0,95mg/l de álcool no seu organismo. Além disso, o homem, de 50 anos, não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para conduzir veículo automotor. Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil da região.
A segunda ocorrência se deu em frente a Unidade Operacional de Polícia (UOP) do Carié. Passava das 22h30, quando os policiais pararam um caminhão Ford/Cargo 2429, placa de Pernambuco. O motorista se apresentou nervoso, muito cansado, falava frases desconexas, seus olhos estavam vermelhos e pupilas bastantes dilatadas, sinais típicos de quem usa a droga anfetamina. Os agentes fizeram uma busca pelo veículo e encontraram três cartelas contendo 40 comprimidos de Nobésio Extra Forte, que possuí em sua composição a droga anfetamina, proibida de ser vendida e consumida no Brasil.
Após o flagrante, o caminhoneiro assumiu que havia ingerido quatro comprimidos da droga na tarde daquele dia e que dirigia há dois dias sem descanso. Ele havia saído, com o caminhão carregado de 15 toneladas de bananas, de Minas Gerais e seu destino final seria Pernambuco. O homem, de 42 anos, foi preso por uso e porte de droga e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Mata Grande.
FONTE: PRF 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário