Cresce o número de ocorrências de caminhoneiros dirigindo sob efeito de substâncias proibidas, diz PRF

Os órgãos de fiscalização de trânsito do Ceará se dizem preocupados com o crescimento no número de ocorrências de caminhoneiros dirigindo sob efeito de substâncias proibidas. Em alguns casos, o produto é usado para mantê-los acordados.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, durante todo o ano de 2016, foram 100 flagrantes desse tipo nas BRs no Ceará. Neste ano, nos quatro primeiros meses, foram 54 notificações da mesma situação.
A Polícia Rodoviária Federal explica que os policiais não identificam o tipo de droga utilizado pelo motorista. Mesmo assim, se for constatada alguma alteração por parte do motorista, ele pode ter a carteira de habilitação recolhida, o caminhão fica apreendido, e o proprietário paga uma multa de quase R$ 3 mil.
Homicídio na estrada
O caso mais recente ocorreu nesta segunda-feira (22) em Mombaça, no interior do Ceará. Segundo a Polícia Rodoviária, o caminhoneiro André Jesus torturou, atropelou e matou um homem às margens da CE-060.
Em depoimento, ele confessou que tinha gastado cerca de R$ 500 em cocaína e que decidiu realizar um assalto para repor a quantia. O caminhoneiro foi autuado por extorsão mediante sequestro e direção perigosa, além de homicídio.
FONTE: G1 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário