Chuvas provocam atoleiros e caminhões formam filas em rodovia federal do MT

Carretas e caminhões carregados com soja estão atolados há mais de duas semanas na BR-158, nas proximidades do quilômetro 120, em Espigão do Leste, que é distrito do município de São Félix do Araguaia, na região do Araguaia. A informação foi confirmada por um dos pecuaristas da região, Alípio Divino Borges Portilho, ao Só Notícias.
“Esperamos o mínimo de compreensão. Moramos há mais de 14 anos neste local e nunca fomos beneficiados. Prometem asfaltamento, mas isso não passa de promessa. Esperamos que nossa região não seja mais lembrada com o ‘vale dos esquecidos’. Precisamos de estrada e logística. Muitos produtores não estão conseguindo escoar a safra devido a falta de estradas. Além disso, os armazéns já estão lotados. Eles não conseguem despachar os grãos até os portos. Com isso, precisam realocar e remarcar a carga nos navios. Prejuízos são enormes”.
Ainda de acordo com o agricultor, a situação ficou mais complicada após a ponte sobre o rio Preto, próximo ao município de Confresa, não suportar o peso de uma carreta e ceder. O local estava interditado para veículos de grande porte, desde o início da semana. Porém, o motorista de uma carreta não seguiu as orientações, tentou passar e o veículo ficou pendurado na estrutura de madeira.
O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit), em Mato Grosso, Orlando Fanaia Machado, informou, anteriormente, ao Só Notícias, que uma equipe está no local auxiliando na retirada do veículo. Outro engenheiro do departamento e também a Polícia Rodoviária Federal estão no local para dar suporte. O tráfego está completamente interditado. Existe um trajeto pela MT-433 até chegar em Pontinópolis, na altura do Posto Luizinho, onde voltam para BR-158, já no trecho pavimentado, o que aumenta cerca de 80 quilômetros o percurso.
FONTE: Só Notícias 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário