PRF prende pela segunda vez em menos de dois meses integrante de quadrilha de roubo de pneus

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um integrante de uma quadrilha especializada em roubo de pneus na madrugada de hoje (3). Esse mesmo indivíduo havia sido detido há menos de dois meses pela PRF, no município de Milagres/BA, quando foi pego com um comparsa portando armas de fogo logo após o cometimento do mesmo crime. A ação desta vez ocorreu por volta das 0h40, às margens da BR 110, nas proximidades do KM 13, trecho de Paulo Afonso, município localizado na região nordeste da Bahia.
Durante ronda para coibir crimes nas rodovias federais, a PRF foi informada que uma carreta havia saído de forma suspeita de um posto de combustíveis, localizado no KM 19 da BR 110. Imediatamente equipes da PRF realizaram buscas na região e localizaram, em uma vicinal, próximo à “curva da baboseira”, um rodotrem com dez pneus no chão. Os homens que estavam retirando as rodas fugiram com a aproximação da viatura e não foram localizados, apesar das buscas. O motorista foi encontrado amarrado dentro da cabine, sendo prontamente libertado.
O veículo VOLVO/FH 540 6X4, atrelado aos semirreboques, havia sido abordado por dois indivíduos não identificados em um posto de combustíveis localizado no KM 19 da BR 110 e um caminhão vermelho estava no apoio durante o assalto.
A partir daí os PRFs iniciaram novas buscas e encontraram em um local ermo o caminhão e o terceiro envolvido no delito, um indivíduo de 26 anos. No veículo foram encontrados macacos, seis chaves de roda, uma caixa de ferramentas e dois sacos de tocos de madeira, utilizados na retirada dos pneus.
O suspeito detido, que é natural de Itabaiana/SE, possui mandado de prisão em aberto pelo crime de roubo majorado, expedido pelo Tribunal de Justiça da Bahia. Ele é integrante de uma quadrilha especializada em roubo de pneus que atua em toda a região nordeste e já foi preso várias vezes por envolvimento em outros crimes.
O homem foi encaminhado com o caminhão e todos os materiais apreendidos para a delegacia de polícia judiciária local.
FONTE: PRF 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

4 comentários:

  1. Adianta prender? Tem é que matar logo, só assim resolve.

    ResponderExcluir
  2. Será que o ojuiz que assina o alvará é o receptador? Só pode!

    ResponderExcluir
  3. Em breve o advogado libera ele para as ruas novamente, devido as leis serem brandas, e vai roubar mais ainda para tirar o prejuízo que teve...

    ResponderExcluir
  4. Se esse cidadão havia sido capturado à menos de dois mesês,ele não deveria estar preso pagando pelo seu erro anterior?(ou erros anteriores)?

    ResponderExcluir