Chuva provoca fila de dois mil caminhões no Pará

As fortes chuvas que caem no Norte do Brasil estão provocando transtornos para caminhoneiros que precisam trafegar pela BR-163, no Pará. Segundo informações do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), mais de dois mil caminhões estão parados entre os quilômetros 539 e 574 da rodovia, entre as cidades de Santa Luzia e Novo Progresso.
O trecho onde a fila se formou ainda não é asfaltado e contribuiu para que os veículos ficassem atolados. Segundo o DNIT, os caminhões estão carregados, principalmente, de soja, milho e algodão e precisam passar por este ponto para chegar aos portos do Arco-Norte. No trecho passam, diariamente, entre 1,5 mil e 2 mil caminhões.
O presidente da Câmara Temática de Infraestrutura e Logística do Agronegócio, Edeon Vaz, disse que irá se reunir com a Casa Civil para negociar o envio de homens do Exército para auxiliar no tráfego da rodovia.
De acordo com o coordenador da Comissão de Logística da Aprosoja-MT, Antônio Galvan, os produtores de Mato Grosso estão preocupados com o armazenamento da soja, já que os caminhões que deveriam levar o produto até os portos não estão conseguindo voltar para fazer novos carregamentos. A entidade disse ainda que a entrega de soja está atrasada e tem produtor se apressando para comprar silo bag pela falta de armazéns.
FONTE: Canal Rural 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Carga Jundia x Sp
    Carreta 28 paletes cavalo LS
    Carga 28,5 toneladas
    Carrega amanhã de noite entrega segunda Pagamos R $ 1100,00
    precisa ter Cirene de re funcionando , capacete,colete refletido, sapato de segurança
    19 983609721 zapp

    ResponderExcluir