Caminhoneiro usa faixa no trânsito para pedir emprego como presente de Natal

Um pedido de Natal inusitado que, aparentemente, deve ser atendido com um pequeno atraso, nesta segunda-feira, mas que será bastante comemorado pelo casal pernambucano Arnaldo José Torres, de 32 anos, e Nilza da Conceição, de 28. Desde o começo da semana passada, Arnaldo era visto na área central de Pouso Alegre, Sul de Minas, com uma faixa pedindo uma oportunidade de trabalho.
O pedido sensibilizou a direção da empresa de ônibus Princesa do Sul, que atende Pouso Alegre, e nesta segunda-feira o casal tem entrevista de emprego e podem conseguir duas vagas de cobrador. “É um sonho que está se realizando, poder ter trabalho fixo e trazer nossos filhos que ficaram em Recife (PE) para construirmos nossa vida aqui em Minas”, comemora Arnaldo.
Com carteira de habilitação para conduzir motocicleta e caminhão, ele já faz plano de se estabelecer na cidade para, no futuro, tentar a categoria D, que permite dirigir ônibus. O casal deixou com  as avós materna e paterna os filhos, dois meninos de 14 e 11 anos, e duas meninas de 9 e 5. 
A escolha por trabalhar no sul mineiro, veio do apoio do pedreiro João Batista Damas, que num ato de solidariedade acolheu os dois pernambucanos, apesar de ter em casa nove pessoas. 
“Em 2013, trabalhei e morei com minha família em Divinópolis (Centro-Oeste). Retornamos para Recife depois que minha mulher perdeu a avó, a quem era muito ligada. Mas então, veio a vontade de refazer nossa vida aqui de novo”, explicou o motorista. 
Em Pouso Alegre, enquanto não surge a oportunidade de emprego, o casal vem fazendo bicos. Na sexta-feira, Arnaldo Torres garantiu a ceia de Natal, ao ganhar R$ 100 pela campina de um lote. O casal já até alugou uma casa que, com ajuda de amigos, já tem fogão e móveis. Mas, a partir do resultado da entrevista desta segunda-feira, que marido e mulher devem iniciar uma nova vida em terras mineiras, junto com os filhos.
FONTE: Estado de Minas 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário