Scania: A fábrica de cabines do futuro

O lançamento da nova geração de caminhões da Scania marca maior investimento industrial da empresa nas últimas duas décadas. A ampliação e reestruturação da fábrica de cabines Scania em Oskarshamn, Suécia, recebeu um investimento multibilionário de coroas suecas com o objetivo de duplicar a capacidade de produção e aumentar a qualidade dos produtos nos próximos anos. 
A maior parte dos investimentos foi em tecnologia, ao todo 283 novos robôs compõem a equipe de produção desde a montagem em linha até a pintura. O maior dos 283 novos robôs de construção pesa 2,4 toneladas, enquanto o menor pesa apenas 250 quilogramas. Segundo a Scania, toda a tecnologia empregada na produção da nova geração de cabines representa um importante passo para o futuro. 
Os novos robôs são completamente articulados, ágeis e inteligentes, capazes aprender a executar praticamente qualquer operação. A impressão que se tem é de um gigante Ballet futurista. Marcus Holm, gerente de produção de cabines, comenta, "É completamente claro para mim que um produto Premium precisa ser construído em uma planta Premium". Segundo a fábrica de cabines Scania é o que há de mais moderno no mundo. "Temos usado as mais recentes tecnologias que trouxeram um alto grau de automação, com o objetivo de obter um elevado grau de qualidade, mas também para criar o melhor ambiente de trabalho possível e ergonomia para os nossos operadores", completa. 
Os robôs têm sido muito utilizados para as chamadas tarefas 3D, trabalho que é "sujo, maçante e perigoso". Mas em linha com o desenvolvimento tecnológico, eles estão se tornando cada vez mais avançados e interativos com a ajuda de sensores.
As melhorias e investimentos não se restringem apenas a construção e pintura de cabines, com a nova planta de cabines em operação a Scania se tornou a primeira fabricante de caminhões que automatizou a aplicação dos forros de porta. A nova técnica que também é realizada por robôs, reduziu de forma significativa os níveis de ruído no interior da cabine. A vedação das portas também passou a ser feita por robôs de alta precisão, trazendo para as portas Scania uma grande semelhança com as portas de carros de luxo. 
A nova fábrica de cabines Scania não impressiona apenas pela alta tecnologia, mas também pelos números. Ao todo a planta ocupa uma área de 35.000 metros quadrados, equivalente a seis campos de futebol. Por dia são entregues cerca de 160 toneladas de chapas galvanizadas que dão origem a mais de 310 itens de metal diferentes que compõem uma única cabine. Em seguida as peças são soldadas em subcomponentes e montadas, dando origem a estrutura da cabine. Após a pintura o interior e exterior das cabines são montados e enviados para um rigoroso teste qualidade e inspeção. Aprovadas, as cabines são enviadas para as plantas de montagem de caminhões da Scania em Södertälje, na Suécia, Zwolle na Holanda e Angers, na França, onde motores, eixos, caixas e outros componentes Scania se encontram e dão origem a nova geração. 

Confira o vídeo: 
TEXTO: Lucas Duarte
Blog Caminhões e Carretas 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário