Volume de serviços no transporte tem queda em julho

O volume de serviços nas atividades de transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, no Brasil, recuou 0,3% em julho, em comparação com o mesmo mês do ano anterior. Os números estão na PMS (Pesquisa Mensal de Serviços) de julho, divulgada nesta sexta-feira (16) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os dados são ajustados para controlar influências sazonais. 
Por segmento, o transporte terrestre recuou 0,2% e o aéreo diminuiu 2,5%. Já o aquaviário cresceu 7,9%, segundo a pesquisa do IBGE. 
No volume total, os serviços, no país, cresceram 0,7%. Houve alta nas seguintes atividades: serviços prestados às famílias (3,2%); outros serviços (1,9%) e serviços profissionais, administrativos e complementares (0,3%). Os serviços de informação e comunicação não variaram (0,0%). O agregado especial das atividades turísticas aumentou 0,7%.
Já no acumulado de 12 meses, o volume total de serviços prestados reduziu 4,9%. Nessa base de comparação, a retração em transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio foi de 6,4%. O transporte terrestre contabilizou o pior resultado, com baixa de 10,9%. O aéreo, por sua vez, expandiu 8,5% e o aquaviário, 5,7%. 
FONTE: CNT 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário