Avanço na venda de veículos pesados não reverte demissões em montadoras

Setor mais afetado no primeiro semestre, com queda de 24,8% na produção de caminhões e de 33,4% na de ônibus, o setor de veículos pesados teve leve avanço no mês de junho. A produção de ônibus cresceu 22,3% sobre maio, para 1,8 mil unidades. Já os caminhões apresentaram leve alta de 4,5%, para 5,5 mil unidades.
Mesmo com o aumento, o número de trabalhadores empregados na indústria recuou 6,7% no último ano, o que representa um fechamento de 9,1 mil vagas. O setor empregava, no final de junho, 127,7 mil pessoas, retrocedendo ao nível de fevereiro de 2010.

Veículos leves
Nos primeiros 6 meses do ano, foram produzidas 1.016.680 unidades de automóveis, uma queda de 21,1%, pior saldo para o setor desde 2004.  No mesmo período do ano passado, foram 1.289.871. 
FONTE: CNT 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário