Visitamos a fábrica da Iveco

Na última semana, a convite da Iveco Latin América, o Blog Caminhões e Carretas junto com o Blog do Caminhoneiro, o Midia Truck Brasil e dois colunistas do Blog da Iveco (Cristiano Bueno e Wagner Araújo) tiveram a oportunidade de conhecer em detalhes todas as etapas de produção da montadora italiana aqui no Brasil, além disso a montadora proporcionou ainda a chance de testar alguns produtos recém saídos da linha de montagem.
A fábrica da Iveco está localizada em Sete Lagoas - MG, situada em uma área de 2,35 milhões de metros quadrados, dos quais ocupa, atualmente, 600 mil metros quadrados. A unidade é responsável pela fabricação de caminhões Iveco leves, semipesados, pesados, ônibus e veículos militares, além de comerciais leves da marca Fiat, sendo a sua capacidade produtiva de 70 mil veículos por ano.
Produção de cabines
Produção de carrocerias e cabines
A visita técnica teve início pela linha de montagem das carrocerias dos furgões Fiat Ducato, local onde também são produzidas as carrocerias dos modelos Peugeot Boxer e Citröen Jumper. Nesse setor também são produzidas as cabines dos modelos Iveco, exceto da linha Trakker e Vertis, que são fruto de importação. 
Durante esse percurso foi destacado a importância da mão-de-obra humana, que apesar de grande automação de toda a fábrica, é indispensável para conclusão de todo processo produtivo de cada veículo, principalmente no quesito qualidade. Os colaboradores da Iveco são responsáveis por acompanhar e checar todas as etapas de produção, afim de verificar e corrigir eventuais falhas, para isso contam com um rigoroso controle de qualidade e diversos pontos de verificação, como por exemplo túneis de luz que permitem identificar qualquer imperfeição nas carrocerias e cabines. Todo esse rigor contribui de forma significativa para a redução de perdas ao longo da produção e ampliam a qualidade final de cada veículo produzido. 
Processo de pintura
Pintura 
A próxima etapa da produção é a pintura, que também conta com um rigoroso controle de qualidade e forte presença humana. Nessa área todas as carrocerias e cabines produzidas passam por uma série de banhos químicos, onde as chapas metálicas cruas são tratadas afim de evitar corrosão e desgaste prematuro. Após esse tratamento as peças são levadas a um forno de cura, a uma temperatura de 160°C. Em seguida as peças recebem uma camada de PVC na parte inferior. Na fase seguinte, as cabines e carrocerias seguem para a cabine pintura, onde robôs e colaboradores são responsáveis por garantirem que cada peça seja 100% pintada.
A Iveco destacou ainda que há uma ampla gama de cores e que o moderno sistema de pinturas facilita a produção de veículos em diferentes cores ao mesmo tempo, sem a necessidade de interrupção do processo. Após essa etapa as peças passam novamente por uma inspeção afim de verificar possíveis imperfeições e/ou erros na pintura.

Montagem
Terminada a pintura, as cabines e carrocerias seguem para a linha de montagem, que é dividida em leves, médios e pesados, além da linha Ducato. Nessa área, também é produzido o chassi 170S28, produto da Iveco Bus destinado a aplicações urbanas.
Segundo a Iveco a linha segue um modelo M, por um lado é feita a montagem do chassi e das partes mecânicas. Por outro lado é feita a montagem da cabine e de todos os seus componentes internos. Posteriormente ambas as partes se encontram no meio da fábrica, finalizando a montagem. 

Testes e Campo de provas 
Finalizada a montagem, cada veículo passa por uma série de testes, que vão desde o funcionamento de componentes elétricos, do sistema de freios, motor e câmbio, até níveis de ruídos, além de diversos outros procedimentos que garantem a qualidade final do veículo produzido. 
Além de todos esses testes a Iveco possui ainda um campo de provas na própria fábrica, que inclusive acaba de completar 1 ano de operação. Nesse período cerca de 500 veículos já foram testados e colocados a prova sob as mais diversas condições de operação. 
O Campo de provas é formado por uma pista oval, com extensão de 1650 metros, que conta com angulações e pavimento que simula as condições reais das estradas brasileiras, permitindo avaliações dinâmicas e exaustivas de todos os componentes. Anexada a pista oval, existe uma área de asfalto super-liso destinada a testes de ruído. 
O campo de provas conta ainda com uma pista off-road e uma área exclusiva para o teste dos veículos militares produzidos pela Iveco, como por exemplo o blindado Guarani.
Equipe Iveco e convidados 
A visita à fábrica proporcionou aos convidados um amplo aprendizado, além disso foi possível conhecer ainda mais a força da Iveco tanto no mercado Brasileiro assim como em outros mercados que atua. O Blog Caminhões e Carretas agradece pela oportunidade e parabeniza a Iveco por toda a sua estrutura e dedicação empregada na produção de cada veículo. 

TEXTO: Lucas Duarte
Blog Caminhões e Carretas
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários: