​Vendas de ônibus e caminhões novos caem mais de 30% no primeiro trimestre

O primeiro trimestre de 2016 foi de resultados preocupantes para as fabricantes de ônibus e caminhões. Entre janeiro e março, os emplacamentos desses veículos caíram 47% e 30%, respectivamente, frente ao mesmo período de 2015, segundo dados da Anfavea (Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores). 
Conforme a entidade, entre janeiro e março de 2016, foram emplacados 2.720 ônibus novos, menos da metade que no mesmo período de 2015, quando foram 5.207 unidades. Março deste ano foi o mês com os piores resultados, com apenas 987 unidades vendidas. 
Já os emplacamentos de caminhões novos chegaram a 13.111 unidades, contra 18.964 do ano passado. Os segmentos de leves, médios e semipesados foram os que sofreram o maio impacto, com reduções de cerca de 40%. O único que apresentou crescimento foi o de leves, com alta de 16%. As vendas passaram de 701 para 815 unidades. 
Nos resultados totais de licenciamentos de veículos novos, a indústria automotiva teve redução de 14% no primeiro trimestre de 2016, frente aos meses de janeiro a março de 2015. Foram comercializadas 481.311 unidades neste ano, ante 559.925 do ano passado.

Dados da Anfavea:

Total de licenciamentos: 2016 – 481.311   |   2015 – 559.925 (-14%)

Licenciamentos de caminhões: 2016 – 13.111   |   2015 – 18.964 (-30%)
Semileves: 2016 – 815   |   2015 – 701 (+16%)
Leves: 2016 – 3.257   |   2015 – 5.462 (-40%)
Médios: 2016 – 1.096   |   2015 – 1.946 (-43%) 
Semipesados: 2016 – 3.720   |   2015 – 6.492 (-42%)
Pesados: 2016 – 4.223   |   2015 – 4.363 (-3%)

Licenciamentos de ônibus: 2016 – 2.720   |   2015 – 5.207 (-47%)
FONTE: Agência CNT 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário