Transformação de "carroceria aberta" em "prancha" exige modificação da documentação do veículo

É o que informa o Eng.º Rubem de Mello. De acordo com o consultor técnico do Sindipesa ao removerem-se as grades de um semirreboque fabricado e licenciado como carroceria aberta, o implemento muda de categoria e passa a ser classificado como "prancha".
Trata-se de Modificação do tipo de carroceria. O proprietário do veículo vai precisar procurar um organismo de inspeção credenciado pelo Inmetro e dar procedimento às condições para regularização. É necessário, ainda, solicitar Autorização no Detran local para troca de carroceria no CRLV, complementa Rubem.
Caso as carretas tenham nascido prancha, mas estejam licenciadas com "carroceria aberta" o mesmo procedimento deve ser feito para corrigir a documentação, lembra o engenheiro Mello.
FONTE: Guia do TRC 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário