Diesel sobe mais que a inflação e atrasa recuperação econômica

O preço do diesel no Brasil aumentou 12,55% entre 2014 e 2015. O litrou do combustível passou, em média, de R$ 2,51 para R$ 2,82. O incremento ficou acima da inflação no período, que foi de 10,67%. Isso ocorreu apesar da queda da cotação do barril do petróleo no mercado internacional: em 24 meses, enquanto o preço do diesel comercializado no país cresceu 20,7%, o valor internacional, cotado em moeda americana, caiu 48,2%. 
Os dados foram compilados pela CNT (Confederação Nacional do Transporte) no informativo Economia em Foco, publicado nesta segunda-feira (25), que também faz uma análise das causas e consequências desse cenário para os transportadores no Brasil.
Na análise, a CNT considera que o aumento decorre de diversos fatores, entre os quais a elevação da carga tributária - CIDE, PIS/PASEP, COFINS e ICMS –, as variações no preço do biodiesel e os escândalos de corrupção e problemas de má gestão na Petrobras. 
Para a entidade, a ausência de perspectivas de mudança nesse cenário, somada à recessão, preocupa e impacta diretamente na recuperação da atividade econômica do país. “Forçar o transportador e, por sua vez, a atividade produtiva brasileira a arcar com uma diferença de preços de mais de 60% em um item de custo tão relevante como é o combustível gera graves problemas de competitividade global, retardando a recuperação econômica brasileira”, avalia a Confederação Nacional do Transporte. 
FONTE: CNT 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário