Chassi 170S28 da Iveco Bus entra para a frota da Ideal Locadora

O crescimento da Iveco Bus em 2015, de 62,4%, mostra que a marca tem sido a opção de empresas que operam no transporte de passageiros no Brasil. Uma delas é a Ideal Locadora, que comprou 25 modelos do chassi 170S28, versão Urbano, que estarão em operação em Porto Velho, capital de Rondônia. 
Os veículos foram encarroçados pela Comil, com a carroceria Svelto, e contam com elevadores para acessibilidade para portadores de deficiência e pessoas com mobilidade reduzida. “A Ideal passa a contar com produtos que proporcionam conforto para o passageiro e redução no consumo de combustível, sem abrir mão do desempenho. É a alta tecnologia a serviço do setor”, afirma Gustavo Serizawa, gerente de Marketing de produtos da Iveco Bus. A venda teve  a participação do Banco CNH Industrial. 
Projetado e fabricado no Complexo Industrial da Iveco, em Sete Lagoas (MG), o modelo de 17 toneladas está apto a atender demandas de aplicações para transporte urbano e intermunicipal. O veículo passou por mais de 1,2 milhão de quilômetros em testes realizados pela Iveco para validação dos componentes e constatação da disponibilidade de uso do chassi. Além disso, o 170S28 rodou, em condições reais de uso, 600 mil quilômetros na fase de testes com transportadoras. 

Chassi 170S28 
A força e os resultados de consumo do modelo da Iveco Bus devem-se ao motor N67, da FPT Industrial, com seis cilindros em linha. O propulsor de 6,7 litros, com sistema SCR, atende as normas do Proconve-P7 e é capaz de gerar potência máxima de 280 cv, a maior do segmento. A potência do chassi 170S28 faz com que o veículo mantenha o desempenho mesmo com o sistema de refrigeração ligado e consumindo entre 30 e 35cv de potência. 
A FPT desenvolveu o N67 com o desafio de tornar um motor mais eficiente sem abrir mão da potência. A resposta foi a conceituação baseada no downspeeding, que pode ser descrito como fazer um motor operar a baixas rotações com torque elevado, gerando maior eficiência e redução do consumo de combustível, além de maximizar a vida útil do motor. 
FONTE: Iveco 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário