Acidentes fatais na BR-163 caem 56% durante o escoamento da safra de soja

O número de vítimas fatais por acidentes nas rodovias BR-163, BR-364 e BR-070 caiu 56% durante o escoamento da safra de soja, entre 15 de fevereiro a 15 de abril de 2016 em comparação com igual período de 2015, passando de 32 para 14, nos trechos sob concessão da Rota do Oeste, entre a divisa do Estado com Mato Grosso do Sul e Sinop. No primeiro trimestre de 2016, a redução no número de mortes foi 19% em relação aos três primeiros meses de 2015.
Um conjunto de fatores contribuem para este cenário, como o pleno funcionamento do Sistema de Atendimento ao Usuário (SAU), com resgate mecânico, socorro pré-hospitalar e monitoramento 24 horas, as obras de recuperação da via e a entrega de 117 quilômetros de rodovia duplicada no sul do Estado.
E para garantir mais segurança no período de maior movimento da BR-163, durante o escoamento da safra de soja, a Rota do Oeste implantou um plano especial envolvendo diferentes áreas da Concessionária, como Operações, Obras, Sustentabilidade e Comunicação.
Nestes dois meses, as obras de recuperação do pavimento, intensificadas especialmente no trecho de Cuiabá a Rondonópolis, foram divididas entre o período noturno e diurno para reduzir os impactos na fluidez do tráfego. Os trabalhos que demandam mais tempo foram transferidos para a noite, quando o volume de carretas e veículos na rodovia diminui e durante o dia permaneceram as ações de menor impacto. O setor operacional buscou dar mais agilidade aos atendimentos e por isso as viaturas foram reposicionadas em pontos estratégicos e de maior movimento.
Para as transportadoras, motoristas profissionais e produtores rurais, a Rota do Oeste encaminhou boletins semanais sobre o tráfego na rodovia e a colheita do grão, acompanhando a evolução do movimento na BR-163.

Foco no caminhoneiro
Esta foi a primeira vez que a BR-163 contou com o monitoramento especial para o período de escoamento da safra de soja, quando o movimento de veículos de carga tende a aumentar até 20%. Por isso, grande parte das ações do Plano Safra BR-163, realizado pela Concessionária Rota do Oeste e Polícia Rodoviária Federa, foi voltada para os motoristas de veículos comerciais.
Diariamente, mais de 30 mil caminhões e carretas circulam pela rodovia durante a safra e neste ano, de fevereiro a abril, o número de mortos em acidentes envolvendo veículos de carga caiu 60%, passando de cinco para dois. Com relação aos acidentes, o total passou de 258 para 257, o que é considerado estável.
E foi justamente visando a segurança dos caminhoneiros que transportam toda a produção, que a Rota do Oeste realizou o programa Safra Segura, que integrou informações e serviços de bem-estar durante três dias. Em Cuiabá, os usuários participaram de uma palestra ministrada pela PRF e também tiveram acesso a corte de cabelo e massagem, tudo gratuito. Ao sul, em Rondonópolis, uma equipe da Polícia Rodoviária Federal visitou as principais empresas transportadoras para levar informações sobre segurança viária. Foram mais de 600 caminhoneiros mobilizados durante a ação.​
FONTE: Cenário MT 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário