Faróis: 4 principais ocorrências para evitar acidentes

O sistema de iluminação em perfeito funcionamento é um dos fatores fundamentais para aumentar a segurança e evitar acidentes, principalmente de noite.De acordo com a Artesp – fabricante de faróis e lanternas –, cerca de 60% dos acidentes noturnos são causados por faróis desregulados ou deficientes. O número salta para 80%, no período de férias.


Quatro principais ocorrências:
1 - Faróis desregulados: uma pessoa ao receber a luz direta nos olhos (ofuscamento) pode ficar cega por três ou quatro segundos, o suficiente para se percorrer 75 metros sem visibilidade nenhuma, se tiver a 80 km por hora.
2- Lanternas de posição queimadas ou com defeito: comprometem o reconhecimento do veículo pelos demais usuários.
3 - Luzes de freio queimadas ou com mau funcionamento: a frenagem não é sinalizada aos outros motoristas, que terão menos tempo e distância para frear com segurança.
4 - Luzes indicadoras de direção (pisca-pisca) queimados ou com mau funcionamento: impedem que os outros motoristas compreendam sua manobra e isso pode causar acidentes.

Para evitar esse tipo de situação, a companhia indica que a regulagem da peça seja feita a cada seis meses, ou sempre que o veículo sofrer alguma manutenção, como troca de pneu ou amortecedores.
FONTE: O Carreteiro 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário