> | | | | | > Agrishow é um verdadeiro "salão do caminhão"

Agrishow é um verdadeiro "salão do caminhão"

Posted on 6 de maio de 2011 | No Comments

Um verdadeiro "salão do caminhão" e de outros modelos voltados ao setor agropecuário. Assim é a 18ª Agrishow - Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, que termina nesta sexta (6), em Ribeirão Preto (SP). Nela as principais fabricantes de veículos comerciais aproveitam a deixa para exibir seus produtos.
No evento a Iveco, a FPT Industrial, a Bosch e a Raízen apresentam o Iveco Trakker Bi-Fuel Ethanol-Diesel, protótipo dotado de nova tecnologia que permite redução no consumo do óleo diesel pela adoção do etanol, ao mesmo tempo em que eleva o ganho econômico dos operadores do setor canavieiro.
Isso quer dizer que há economia no custo de combustível por quilômetro rodado, uma novidade entre todas as tecnologias de combustíveis alternativos para caminhões, que em suas melhores aplicações apresentam custos no máximo similares àqueles do diesel. Outra vantagem é que o motor pode ser 100% reversível ao diesel, o que aumenta o valor de revenda do caminhão.
A taxa média de substituição do diesel no protótipo chega a 40%, o que, por si só, já garante uma importante contribuição ambiental, uma vez que o etanol é um combustível 100% renovável. Ao mesmo tempo oferece um ganho econômico médio de 6% para o operador. Os cálculos foram feitos levando-se em consideração o preço do etanol da usina para o distribuidor (preço Cepea) e o óleo diesel a R$ 1,77 o litro (portanto, abaixo do atualmente cobrado nos postos).
A sueca Volvo mostra na feira dois equipamentos de construção da Volvo Construction Equipment (a minicarregadeira MC70B e a carregadeira L120F), e também motores da Volvo Penta (TAD722VE e TAD1345GE). "O agronegócio é um dos principais vetores do desenvolvimento econômico brasileiro", afirma Roger Alm, presidente da Volvo do Brasil.
"Os caminhões pesados e extra-pesado FMX são bastante utilizados em operações e fora de estrada para transportar cana de açúcar, por exemplo", diz Bernardo Fedalto, gerente de caminhões da linha F. Os caminhões pesados FH são usados no transporte de grãos (carretas de três eixos, bitrens e rodotrens) e outros produtos agrícolas.
"Já a linha VM, que compreende veículos pesados e semipesados, é muito procurada para atividades de apoio e para transporte de hortifrutigranjeiros, cana de açúcar e derivados, combustíveis e óleos vegetais, insumos agrícolas, entre uma série de outros itens", afirma Reinaldo Serafim, gerente de caminhões VM da Volvo do Brasil.
Para a Ford, a Agrishow 2011 marca o início do faturamento dos caminhões da linha Novo Cargo. Na feira ela ocupa um espaço amplo, que inclui uma pista para test-drive das picapes Ranger, F-250 e Courier. A empresa mostra também a van Transit, que serve de transporte do estacionamento ao pavilhão da feira para quem for ao evento com uma picape Ford.
A nova linha é representada por dois modelos, Cargo 2428, trucado com PBT (peso bruto total) de 23 toneladas, e Cargo 3132, com tração 6x4 e capacidade máxima de tração de 63 toneladas, usado como canavieiro. Com cabine totalmente nova e opção leito, essa nova geração se destaca pelo design moderno e conforto mais próximo ao de carros de passeio.
Também marca presença na feira a Scania, que mostra como novidade o caminhão P 310 6x4 para operações de transbordo de cana-de-açúcar. Fácil de ser manobrado e mais rápido para se deslocar nas frentes da colheita, o modelo também pode ser usado em outros processos da captação da cana, como no carregamento e transporte, além de serviços como caminhão pipa, oficinas móveis e lubrificador.
Também há no estande da marca o caminhão P 340 6x4 fora de estrada, desenvolvido especialmente para atender aos setores de construção, florestal e cana-de-açúcar. Equipado com suspensão elevada, o modelo oferece boas condições operacionais para locais de difícil acesso e pode ser equipado com caçambas, fueiros ou implementos canavieiros.
Para participar do evento, a Mercedes-Benz firmou parceria com o concessionário Ribeirão Diesel, que levará ao estande os caminhões pesados Axor Premium 3344 6x4 e Axor 2831 6x4, indicados para operações fora de estrada, e o Actros 2646 LS, para transporte rodoviário de cargas.

Motores, ônibus etc.
Já a fabricante independente de motores diesel no Mercosul, a MWM International apresenta três novos modelos: MaxxForce 4.1A Tier 3, com aplicação na área agrícola, Maxxfoce 7.2P, voltado à geração de energia, e o MaxxForce 9.3I, para o segmento industrial. Também terá no estande os já conhecidos MaxxForce 4.0A e MaxxForce 7.2I.
Líder no Brasil no segmento de miniônibus, a Volare participa pela primeira vez da feira. A marca leva ao evento o Volare Canavial, veículo desenvolvido especialmente para o transporte rural, e a recém-lançada Linha W FLY, com os modelos W9 e DW9, nas versões Executivo e Unidade Móvel.
Também debuta na tradicional feira do interior a CN Auto, importadora oficial dos utilitários Towner e Topic. A empresa vai expor no total 12 veículos, sendo oito do modelo Towner (a maioria picapes), duas Topic e, para aproveitar a presença do público rural, mostrará ainda o automóvel de passeio FRV Cross, da Brilliance Auto, que tem lançamento previsto para o segundo semestre.
De acordo com a organização, a Agrishow 2011 deve receber neste ano aproximadamente 145 mil profissionais do setor agrícola. Mais de 750 expositores participam da feira, que acontece na Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (rodovia Antonio Duarte Nogueira, km 321).