> > Transportadoras oferecem curso de qualificação

Transportadoras oferecem curso de qualificação

Posted on 21 de agosto de 2010 | No Comments

Cerca de 500 carretas estão paradas nas transportadoras instaladas no Triângulo Mineiro por falta de mão de obra qualificada. A estimativa é da Comissão de Jovens Empresários Executivos do Segmento de Transporte e Logística do Triângulo Mineiro (Conjovem-TM), formada por 20 empresas do setor, que para amenizar o déficit, criou um curso de qualificação para motoristas.
Segundo Lylian Bittar, coordenadora do Comjovem-TM, neste primeiro curso, 30 profissionais foram contratados por sete empresas e estão recebendo salários para participar das aulas. “Esta foi a única alternativa encontrada por nós. Existem motoristas no mercado, mas não são qualificados, e os caminhões de hoje tem alta tecnologia. Não queremos colocar na rua quem não conhece os equipamentos e gerar riscos para a empresa e para o trânsito”, afirmou.
Para chegarem às aulas, os profissionais passaram por testes psicológicos e práticos, além de ter que possuir carteira de habilitação da categoria “E”. O custo de R$ 3,2 mil do curso, ministrado por uma empresa catarinense especializada em formar motoristas, foi arcado pelas empresas, que serão ressarcidas pelos motoristas que pagarão em 20 parcelas descontadas nos salários.
Eduardo Santos Novais, 28 anos, nunca trabalhou com carretas, já que era motorista do transporte coletivo em Araguari. No fim do mês passado saiu do emprego e decidiu se arriscar na nova área. “Soube que existe carência de profissionais e os salários são melhores. Vim em busca de crescimento profissional e ter a oportunidade de fazer este curso vai me ajudar muito”, disse.
No caso de Manoel Marcos da Silva Júnior, 28 anos, a experiência de cinco anos como carreteiro lhe dá uma bagagem para assumir uma vaga no mercado, mas, quando foi contratado desta vez e recebeu a proposta do curso, aceitou. “Aprendizado nunca é demais, isso será legal para perder algumas manias”, afirmou.

Há vagas para 50 motoristas
O Sine de Uberlândia tem 50 vagas para motoristas, para contratação imediata. Entre elas, 36 são para motoristas carreteiros. Mas, segundo a superintendente do órgão, Daisy Afonso, há mais de um ano há dificuldades de encontrar profissionais para encaminhar às empresas.
Segundo ela, o Sine tem convênio com o Sest/Senat, que oferece um curso de formação para motoristas carreteiros, gratuitamente. Por mês são oferecidas 20 vagas, com vale-transporte e auxílio alimentação, mas no mês de julho só apareceram 18 motoristas. “Percebemos que não basta qualificar, temos que ajudar de alguma forma os interessados na carreira a tirar a habilitação, que hoje custa cerca de R$ 1,4 mil”, afirmou.
Empresa se especializa em recrutamento
Pela crescente demanda das transportadoras e empresas de logística, uma empresa de recursos humanos de Uberlândia se especializou em recrutamento e seleção de motoristas. No local, os motoristas que deixam currículo são orientados com cursos, palestras e treinamentos para dar aos candidatos condições de ocupar as vagas.
Os serviços são realizados gratuitamente para os motoristas, já que a empresa ganha é das transportadoras por profissionais indicados. “As empresas precisam de profissionais qualificados e, para que eles cheguem em condições, realizamos este trabalho de preparação”, afirmou Agderalda Alice de Faria Leite, especialista em Psicologia de Trânsito. Assim como o Sine, a empresa de RH também encaminha os profissionais para o curso gratuito do Sest/Senat.


Vagas Sine



36 Carreta – CNH “E”


11 Caminhão – CNH “D”

3 Caminhão Munke – CNH “D”

1 Caminhão Tanque – CNH “D”


Cursos



Sest/Senat


20 vagas/mês



Sine


Praça Tubal Vilela, 60 – Centro

3231-4433



RH Trans


Rua dos Pereiras, 467 – Aparecida

3255-6605